Fluminense vence o Alianza Lima e confirma a liderança do Grupo A da Libertadores

Pagina inicial » Fluminense vence o Alianza Lima e confirma a liderança do Grupo A da Libertadores

Gols de Keno, Marcelo e John Kennedy no Maracanã
O Fluminense enfrentou desafios defensivos, mas seu ataque eficiente assegurou a vitória. Comandada por Fernando Diniz, a equipe finalizou a fase de grupos com 14 pontos em seis partidas. Na última quarta-feira, no emblemático Maracanã, o Fluminense superou o Alianza Lima por 3 a 2, em um jogo que marcou o encerramento do Grupo A da Copa Libertadores 2024. Já com a primeira posição do grupo garantida, o time carioca mostrou momentos de desatenção durante o confronto.

O Alianza Lima abriu o placar através de Arregui, que aproveitou um escanteio para cabecear para o gol, superando Marcelo no alto. O Fluminense, com dificuldades iniciais de penetração, recorreu a vários cruzamentos, sem muito sucesso inicialmente. A igualdade veio logo no início do segundo tempo, por intermédio de Keno. Poucos minutos depois, Serna recolocou os peruanos na frente, mas Marcelo logo empatou novamente. No fim, John Kennedy assegurou os três pontos com um gol decisivo.

Esse resultado elevou o Fluminense a 14 pontos, enquanto o Alianza Lima permaneceu com quatro, na última posição do grupo, sendo eliminado. O clube carioca, que busca o bicampeonato, aguarda o sorteio da Conmebol para conhecer seu próximo adversário nas oitavas de final, que ocorrerão entre os dias 14 e 21 de agosto.

Próximo Compromisso
Agora, o Fluminense se prepara para retomar sua campanha no Campeonato Brasileiro. Sob a liderança de Fernando Diniz, o time encontra-se na zona de rebaixamento, mas tem uma oportunidade de recuperação neste fim de semana. Na sétima rodada, o Fluminense enfrentará o Juventude no sábado, no Maracanã.

Desafios no Primeiro Tempo
O Fluminense iniciou a partida de forma desorganizada e visivelmente relaxada. Com a liderança já assegurada desde a quinta rodada, o time de Fernando Diniz deixou brechas, que foram exploradas pelo Alianza Lima, ainda com esperanças de avançar para as oitavas. Lagos aproveitou um escanteio aos seis minutos, onde Marcelo falhou no salto, e Arregui marcou de cabeça, abrindo o placar para os visitantes. O gol deixou os jogadores e torcedores do Fluminense tensos. O Alianza continuou pressionando e teve mais uma chance com Cabellos.

O clima tenso continuou com as equipes se enfrentando mais agressivamente e o árbitro tendo que intervir frequentemente devido às reclamações. Germán Cano, novamente, não estava à altura das expectativas, e John Kennedy, embora fortemente marcado, teve pouco espaço para produzir.

Recuperação no Segundo Tempo
O segundo tempo começou de forma dinâmica, com o Fluminense buscando reverter a situação. Marcelo iniciou uma jogada que, após uma defesa parcial de Saravia, permitiu que Keno empatasse de cabeça. A celebração foi breve, pois Cabellos cruzou e Serna, com um voleio, recolocou o Alianza na frente. Não demorou muito para Marcelo assumir a responsabilidade, driblar dois defensores e empatar novamente com um chute forte.

O Alianza, precisando da vitória, ainda teve chances, com Barcos exigindo uma boa defesa de Fábio. Mas foi John Kennedy que finalmente selou a vitória do Fluminense, garantindo assim a excelente campanha na fase de grupos.